segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Cervejaria Patriarca oferece costela campeã



Fui convidado  para provar a costela no bafo da Cervejaria Patriarca ,confira abaixo as fotos e a degustação,meu pai foi  fazer a degustação .e achou fantásticas .
Localizado na Vila Madalena, em São Paulo, o bar atrai centenas de pessoas que apreciam noites alegres e descontraídas, regadas a sabores e temperos bem brasileiros
A Cervejaria Patriarca, na esquina da Rua Mourato Coelho com Aspicuelta, na Vila Madalena, faz grande sucesso desde sua inauguração em 2007, por ser um bar temático com foco no preparo de costelas e comidinhas brasileiras, servidas tal e qual eram degustadas desde a época do Brasil Colonial. No local, os pratos recebem os nomes de personalidades históricas brasileiras como Bento Gonçalves, Padre Cícero e Padre Antônio Vieira, entre outros. Eles estão presentes também na ambientação do lugar, já que o bar avarandado é decorado com ilustrações da artista plástica Carla Caffé, que encheu as paredes e o teto com imagens destas figuras queridas da nossa história.
A Costela na Chapa, chamada Bento Gonçalves (feita à moda tradicional) é o carro-chefe e já foi eleita várias vezes a melhor costela da cidade, pela crítica especializada. Ela fica 24 horas no bafo e vem para a mesa num réchaud — o que faz toda a diferença na hora de manter a carne aquecida e macia. Preparada apenas com a parte central da costela, esta excelente receita combina ainda cebola glaceada e shoyu, além de feijão-preto caseiro, pão francês e salada de rúcula ao molho de mel, mostarda e vinagre balsâmico (a Chapinha para duas a três pessoas custa R$ 99,80, enquanto a Chapa Família, para três a cinco pessoas, R$ 162. Já a costela Padre Antonio Vieira é servida ao creme de alho (Chapinha R$ 102,80 e Chapa R$ 162). A versão Padre Cícero, por sua vez, traz a costela servida com manteiga de garrafa (Chapinha R$ 102,80; Chapa R$ 162). Ambas também acompanham cebola glaceada com mel e shoyu, salada de rúcula, pão francês e feijão caseiro.
As chamadas chapas de boteco vêm em dois tamanhos: a pequena serve de uma a três pessoas e a maior, de duas a quatro. Os destaques vão para a Picanha, que acompanha cebola especial da casa e um gostoso creme de alho, que costuma agradar em cheio à clientela (Chapinha, R$ 98,80; Chapa, R$ 142,80). A Mista traz picanha, calabresa, filet mignon e filet de frango grelhados e servidos com legumes puxados na manteiga, farofa da casa, vinagrete e pães (Chapinha R$ 94,80; Chapa R$ 138,80). Por fim, a Chapa de Calabresa leva o ingrediente-estrela flambado na cachaça acompanhado de cebolas e pimenta biquinho (Chapinha R$ 58,80; Chapa R$ 82,80). Para completar, é escoltada com vinagrete, farofa e pães.
Entre as inúmeras opções de petiscos, destaque para as porções de bolinhos de bacalhau (acompanha molho de ervas finas com azeite extra virgem, R$ 39,80); de coxinhas de galeto (R$ 35,80), de hamburguinhos de picanha (com pão fatiado, vinagrete e farofa, por R$ 44,80) e de bolinhos de abóbora com carne seca (R$ 33,80). Mas vale a pena, ainda, provar o caldinho de feijão (R$ 14, servido com torradas temperadas), a costela no  prato (servida com mandioca, R$ 38,80), os pastéis (R$ 33,80), o provolone à milanesa (R$ 34,80) e o frango à passarinho (R$ 37,80). Outra belíssima pedida é o saboroso escondidinho, preparado à baiana ou à gaúcha. A versão baiana leva carne seca desfiada e acebolada e é servida com creme de mandioca e gratinada com mozarela (R$ 48,80). Já o Escondidinho à Gaúcha traz a famosa costela assada no bafo desfiada e temperada, servida com creme de mandioca e gratinada com queijo parmesão. Bateu a fome e deseja de um lanche rápido? Peça um dos três ótimos sandubas, como o x-calabresa (R$ 22,80), o x-frango (R$ 23,80) e o churrasco com queijo (R$ 27,80). Todos acompanham fritas e vinagrete. 
E há saladas como o Carpaccio Salada (com alface americana levemente temperada com alcaparras, molho mostarda e lascas de parmesão, R$ 34,80); da Casa (alface americana, rúcula, iscas de frango e cenoura ralada, ao molho de mostarda e mel, por R$ 31,80) e Mista (mix de folhas verdes, cebola, tomate cereja e croutons ao molho balsâmico e mel, R$ 28,80).
Bebidas
A Cervejaria Patriarca oferece chopp Devassa Bem Loura (R$ 7,50) e mais de quinze tipos de cerveja, como Devassa, Stella Artois, Budweiser, Eisenbahn, Baden Baden, Original e Serramalte. Uma boa ideia é pedir o chopp com Jagermeister (R$ 19), uma espécie de licor alemão com graduação alcoólica de 35% feito à base de 56 ervas, frutas e raízes, que resulta em uma combinação de sabor inigualável. Para as turmas de amigos, o balde com três cervejas ou com 4 long neck (ambos a partir de R$ 24), são ótimas ideias.
Outro destaque da casa é o extenso cardápio de caipirinhas, criadas pelo mestre Derivan. Todas com nomes inspirados nos Patriarcas, elas podem ser preparadas com cachaça artesanal (R$ 19, 80), vodca Orloff (R$ 21,80), saquê (R$ 22,80) e vodca Absolut (R$ 25,80) e levam até mesmo picolés em suas receitas. Por exemplo? A Dom Pedro I leva limão siciliano, lima da Pérsia, açúcar e gelo e acompanha picolé de limão (a partir de R$ 19,80).  Já a República leva caju, lichia, abacaxi, açúcar e gelo, além do picolé de abacaxi (a partir de R$ 19,80). Por sua vez, a Bem Brasileira leva tangerina, hortelã, gengibre, açúcar, gelo e um saboroso picolé de tangerina (a partir de R$ 19,80). Merece destaque, ainda, a CapiCuervo Especial (R$ 25,80), feita da tequila Jose Cuervo Especial Gold, maracujá, açúcar, gelo, sal na borda do copo e acompanha um picolé de limão.
Para os apreciadores de um bom drinque, a casa oferece oito tipos, como Dry Martini (R$ 14,80)Mojito (R$ 18), Margarita (R$ 18), Cuba Libre (R$ 17,80) e Bloody Mary (R$ 17,50). Há, também, vinhos tinto e branco,  espumantes, refrigerantes, sucos naturais (de laranja, limão, maracujá, abacaxi, abacaxi com hortelã e melancia), além de água de coco e água. Na área de destilados, estão disponíveis doses de tradicionais uísques como Johnnie Walker Red Label 12 anos (R$ 20), Black & White (R$ 20) e Jack Daniel’s (R$ 23) ou garrafas de uísque  (a partir de R$ 240). Há tequilas José Cuervo (a partir de R$ 19) e 1800, em várias opções, além de cachaças especiais (como Nega Fulô, Germana, Seleta e Boazinha, que saem entre R$ 9 e R$ 11) e vodcas de renome.
Para adoçar, o bar oferece o Petit Gâteau, servido com sorvete de creme, castanhas e calda de chocolate (R$ 16,80) e o Brownie de Chocolate, que vem com sorvete de pistache, calda de chocolate e castanhas crocantes (R$ 16,80). Outra opção são os sorvetes, como o de creme com calda de frutas vermelhas e castanhas (R$ 12,80), o de pistache com calda de chocolate (R$ 13,80) e o de papaya (duas bolas e servido com licor de Cassis, por R$ 13,80).
Cervejaria Patriarca. Rua Mourato Coelho, 1059, Vila Madalena, São Paulo/SP. Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 17h à 1h, aos sábados e domingos das 12h à 1h.  Telefone: 11. 3816-2278. www.cervejariapatriarca.com.br

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Lasanha prática



Devido as provas na escola em breve voltaremos com mais de 3 receitas semanais , estes dias de noite mesmo fiz uma lasanha  para o jantar ,muito fácil de fazer ,Daquelas vapt e vupt .Coisa de adolescente mesmo,peguei o que tinha na geladeira ,minha mãe sempre separa na geladeira porções do que sobrou ,achei carne moida refogada,presunto,queijos e molho.Aproveitei que  hoje em  dia é só montar a lasanha com  molho bem quente  que ela fica pronta em 30 minutos .

Lasanha prática 

500g de queijo muçarela ralado 
2 sachês  de extrato de tomate Cepêra.
300g de presunto ( pode usar mortadela fica até mais gostosa mas cuidado com o sal ,diminua o sal do molho)
1 colher de sopa de cebola picada 
2 dentes de alho picados 
salsinha á gosto ( eu não usei )
pimenta do reino á gosto 
cominho á gosto 
1 pacote pequeno de lasanha .
2 colheres de sopa de azeite 
2 colheres de sopa de óleo 
queijo parmesão ralado 100g
1 xícara de chá de carne moida  cozida francesa  ( restô de ontê ,aquela comidinha que sobrou na geladeira e ninguem sabe o que fazer com ela )
250g de Catupiry o original 
1 colher de café de açúcar 
100ml de água   
2 colheres de sopa de molho inglês Cepêra 

Modo de fazer 

  1. Em uma panela pequena coloque a cebola e deixe ela levemente dourar com o azeite  ,não é queimar ok.
  2. Adicione o alho ,e refogue ,coloque a carne moida e mexa bem acerte o sal ,coloque a pimenta e o molho inglês e mexa bem.
  3. Adicione na carne o extrato de tomate ,e a água e mexa bem , coloque o açúcar e deixe ele fervendo por 2 minutos até levemente engrossar um poquinho mas com líquidos pois é ele que vai cozinhar a massa .
  4. Unte uma assadeira com óleo ,e coloque uma camada de  molho ,uma de massa ,por cima mais molho ,depois os frio.
  5. Faça até terminar e por ultimo colocar o molho ,e uma camada de frios bem generosa .Coloque o catupiry por cima dos frios e jogue por cima o queijo parmesão .
  6. leve para assar em forno  pré aquecido á 180 graus ,por 30 minutos ,até que enfiando um palito você note que a massa esta cozida .Espere esfriar  um pouco para se servir ou ela desmancha .



quinta-feira, 23 de outubro de 2014

bolo de frutas do Mauro Rebelo Fiz de Pêssegos )


O Panda demorou mas chegou a correria das provas de final de semestre são sempre assim,eu quase não colocava vais receitas ,mas fiz um bolo no final de semana e usei uma receita que minha mãe já havia feito ,é o bolo de frutas do amigo da mamãe ,o Mauro Rebelo,só que na receita dele pedia frutas ,eu fiz de Pêssegos que ganhei da CePêra ,o resultado foi um bolo fofo e saboroso ,os Pêssegos foram a estrela do bolo.Confira a receita do bolo abaixo pandas .



Bolo de frutas mas com recheio creme e Pêssegos 


MASSA:( receitinha do blog do  amigo  da mamãe Mauro Rebelo clique aqui para conferir a receita dele  )


Ingredientes:
6 ovos
3 xícaras (chá) de açúcar (520g)
3 xícaras (chá) de farinha de trigo peneirada (370g)
1 colher (sopa) de fermento em pó
200ml de leite
100g de manteiga ou margarina
baunilha (a gosto)Eu usei da mago 

Modo de Preparo:
Bata os ovos na batedeira até dobrar de volume. Acrescente aos poucos o açúcar e deixe bater até que fique uma espuma bem brilhosa.
Desligue a batedeira e acrescente aos poucos a farinha de trigo peneirada junto com o fermento incorporando delicadamente com auxílio de um fuê (batedor manual).
Coloque o leite com a margarina e a baunilha em uma leiteira e deixe ferver.
Acrescente o leite na massa mexendo delicadamente para incorporar.
Coloque em uma forma untada de 33cm de diâmetro e leve para assar em forno preaquecido na temperatura baixa (ou melhor baixa para média).
O bolo estará pronto quando você enfiar um palito (palito de churrasco) no centro do bolo e ele sair seco.
Deixe esfriar completamente para utilizar.

Recheio 

1 lata de leite condensado
a mesma medida de leite
1 gema  
2 colheres de sopa de amido de milho 
140g de chocolate branco picado 
gotas de essencia de baunilha Cepêra
1 lata de Pêssegos Cepêra picados ( reserve um inteiro para decorar ).

Cobertura 

3 xícaras de chá de chantily batido,eu usei Vigor gelado,bati 1 litro na batedeira por 3 minutos  ,e usei na medida citada acima.

Modo de fazer o creme .

No liquidificador bata o leite,a gema ,o amido e o leite condensado.Leve ao fogo esta mistura e deixe ela ferver mexendo sempre .Assim que ela ferver bem e engrossar retire do fogo ,coloque o chocolate picado e a essência e mexa bem.Coloque em uma tigela tampada com plastico filme para não criar pelicula e espere esfriar ( se criar película em cima do creme ,não tenha medo ,coma ela quente ,faz bem ao ego ).

Corte o Bolo no meio ,molhe com a calda da fruta em calda ma antes fure o bolo com um garfo,coloque o creme e por cima a fruta picadinha .coloque a outra metade do bolo .Cubra com o chantily e sirva imediatamente .

 Esta Cepêra foi super aprovada pelo adolescente aqui,top de linha a calda não é muito açucarada o que preservou o sabor da fruta .Aprovado.



        Este é o kit que recebi  do meu Parceiro Cepêra.